• Laguna News

Determinada prisão domiciliar e tornozeleira para mulher que descumpriu quarentena em Ponta Porã



O juiz Marcelo Guimarães MarquesJuiz de Direito da 2ª Vara Criminal de Ponta Porã, determinou nesta segunda-feira que a mulher de 41 anos que vem descumprindo medidas sanitárias depois que foi diagnosticada com covid 19, fique em prisão domiciliar e use tornozeleira eletrônica até que cumpra a quarentena que foi determinada a ela.

A mulher que é moradora no Jardim Vitória foi denunciada no final de semana pela prefeitura e notificada no sábado à tarde pelo próprio secretário de Saúde do município, Patrick Derzi de que não poderia sair de casa. Antes ela tinha ido em um posto de saúde exigindo atendimento presencial, quando tinha sido determinado de acordo com o protocolo para covid 198 que ela seria acompanhada por telefone e via redes sociais.

Logo depois que Derzi e os policiais e guardas civis que o acompanhavam deixaram o local ela saiu de casa e só voltou na noite de ontem. Durante todo o domingo equipes policiais estiveram procurando por ela, mas a mulher não foi localizada.

Homens da Guarda Civil de Fronteira estão desde ontem em frente à residência dela e agora aguardam a chegada de um oficial de justiça para cumprir a medida determinada pelo juiz Marcelo Guimarães Marques.

De acordo com as informações obtidas pela reportagem já foi solicitada a tornozeleira eletrônica para a Secretaria de Justiça e Segurança Pública e assim que o aparelho estiver disponível ela será levada para colocar a tornozeleira.

A mulher que não teve o nome divulgado poderá ser processada por colocar a vida de outras pessoas em risco e por quebra de medida sanitária.


Fonte: Ponta Porã News

8 visualizações
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 Laguna News. Orgulhosamente criado com Wix.com