• Laguna News

Região Sul perde título de epicentro e agora tem menor ocupação de UTIs em MS


Apesar de 90 mortes registradas até agora nos 33 municípios da macrorregião de Dourados, contágio desacelerou

Por Helio de Freitas, de Dourados | 18/07/2020 08:30

158


Leitos de UTI instalados no Hospital Universitário de Dourados (Foto: Divulgação)

Os números das últimas duas semanas mostram que a macrorregião de Dourados – formada por 33 municípios e onde vivem 800 mil pessoas – perdeu pelo menos momentaneamente o título de epicentro do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul.



Apesar de a maioria das cidades ainda ser classificada como grau alto e aparecer em vermelho no mapa do programa Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia), a macrorregião tem a menor taxa de ocupação de leitos de UTI no Estado. Dos 111 leitos de terapia intensiva disponibilizados, 50% estão ocupados, sendo 17% com pacientes com caso positivo de covid-19, 9% com suspeitos e 24% por pacientes de outras causas.



Levantamento feito nesta sexta-feira (17) pelo Campo Grande News revela que as principais cidades da macrorregião não avalia por ora a tomada de medidas mais duras para garantir o isolamento. A maioria dos municípios não atualiza as regras de restrição desde maio. Outros estão flexibilizando as medidas, como é o caso de Dourados, a principal cidade da macrorregião e segunda colocada em casos e mortes em MS.


Das 203 mortes confirmadas até a manhã de hoje em Mato Grosso do Sul, 90 ocorreram na macrorregião de Dourados. A região tem 6.369 casos positivos. Dos 475 confirmados nas últimas 24 horas pela Secretaria Estadual de Saúde, 131 são de cidades da região de Dourados.



Apesar da aparente redução do contágio, dos 20 municípios com maior número de casos em MS, 9 ficam na macrorregião de Dourados. A liderança é douradense, com 3.719 casos. Rio Brilhante vem em seguida com quase 460 casos.


Entre os 20 municípios com maior incidência, dez ficam na macrorregião. A liderança é de Douradina com 2.042,5 casos por cem mil habitantes. Dourados tem 1.636,7 casos por cem mil habitantes. Vicentina, Juti, Fátima do Sul e Rio Brilhante também superam a incidência de mil casos por cem mil habitantes.


A macrorregião de Dourados é formada por quatro microrregiões. Na microrregião 1 ficam Caarapó, Deodápolis, Douradina, Dourados, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Itaporã, Jateí, Laguna Carapã, Rio Brilhante e Vicentina.


Da microrregião 2 fazem parte Anaurilândia, Angélica, Batayporã, Ivinhema, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul e Taquarussu.


A microrregião 3 é composta por Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Juti, Mundo Novo e Naviraí. Na microrregião 4 ficam Amambai, Antônio João, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Ponta Porã, Sete Quedas e Tacuru.




Arte mostra que macrorregião de Dourados não tem nenhum município com bandeira preta (Arte: Thiago Mendes)



Dourados – Nesta sexta-feira, o comitê local de enfrentamento à pandemia em Dourados anunciou lockdown (fechamento total) no domingo, com exceção de serviços essenciais que serão definidos em decreto a ser publicado ainda hoje.



Por outro lado, a prefeitura vai flexibilizar o funcionamento de setores afetados pelas medidas adotadas nas últimas três semanas. Igrejas poderão funcionar duas vezes na semana, com limitação de 30% a 50% de lotação máxima.


O comércio, que desde 25 de junho funciona apenas no período da tarde, volta ao horário normal das 8 às 18h e sábado até meio-dia. Bares e conveniências vão voltar a vender no balcão ou na grade, mas o consumo nos locais continua proibido. Desde junho o uso de máscara nas ruas é obrigatório e a cidade tem toque de recolher das 20 às 5h.


Rio Brilhante – Quinta colocada em número de casos da doença, Rio Brilhante mantém barreiras sanitárias nos acessos, ambulatório para testagem funciona no centro, o comércio atende de segunda à sexta até 18h e sábado até 12h. No domingo, todos os estabelecimentos ficam fechados. O uso de máscara é obrigatório e o toque de recolher funciona das 22h às 5h.


Batayporã – Cidade que ficou conhecida por ter as duas primeiras mortes por covid-19 em Mato Grosso do Sul, entre março e abril, Batayporã tornou o uso de máscara obrigatório em maio e tem toque de recolher das 20h às 5h.


No dia 13 deste mês a prefeitura flexibilizou as medidas. Liberou cultos e missas duas vezes por semana com até 30% da capacidade, e liberou reuniões e assembleias, que precisam ser previamente comunicadas ao poder público. Até 31 de julho, as conveniências, bares, lanchonetes e similares podem atender das 7h às 19h, sem aglomerações de pessoas e sem utilização de mesas.


Permanece proibida a aglomeração de pessoas nas ruas, praças, pátios e calçadas do perímetro central do município de Batayporã, e em especial em frente aos bares, lanchonetes, conveniências, restaurante e similares. O descumprimento pode levar à interdição do local, cassação do alvará e multa de R$ 2 mil.



Nova Andradina – Nesta sexta-feira, a Prefeitura de Nova Andradina anunciou que o lockdown adotado nos dias 5 e 12 deste mês não vai ser aplicado neste domingo (19). Feira e supermercados da cidade voltam a funcionar com todas as medidas de higienização e contra aglomeração. Haverá fiscalização para cumprimento das normas. O toque de recolher está mantido das 21h às 4h.


Amambai – Com 45 casos positivos, dois óbitos e apenas um paciente internado, o município de Amambai mantém restrições, mas o comércio funciona normalmente. Supermercados, minimercados, mercados, mercearias, açougues e padarias abrem de segunda-feira a sábado até 19h e, aos domingos, até meio-dia.


Bares, conveniências e estabelecimentos similares também estão abertos e podem atender de segunda-feira a sábado às 23h e aos domingos até meio-dia.


Tanto nas lojas quanto nos bares há regras a serem respeitadas, como proibição de entrada de criança menor de 5 anos, distância mínima de 1,5 metro entre as pessoas e um cliente a cada dez metros quadrados. Em Amambai, as academias, centros de ginástica, estabelecimentos de condicionamento físico e similares podem abrir diariamente até 20h. - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

4 visualizações
Site-Laguna-News--728-x-90-px.gif
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 Laguna News. Orgulhosamente criado com Wix.com