• Laguna News

Confira 4 dicas para recuperar terras degradadas


Segundo a FAO, 33% dos solos do mundo todo se encontram em estado de degradação

O último relatório da FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura) juntamente com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) revelou que 33% dos solos do mundo todo se encontram em estado de degradação. Porém, para a agricultura e a pecuária se desenvolverem com sucesso em sua propriedade, o solo precisa estar saudável e nutrido para bons níveis de produtividade e eficiência. Por isso, logo abaixo, iremos trazer 4 dicas para você recuperar terras degradadas:

Rotação de culturas A técnica evita o esgotamento nutricional causado pela monocultura, realiza a aeração do solo por meio de espécies vegetais com sistemas radiculares diferenciados, aumenta a fertilidade das terras com a herança biológica das culturas anteriores e ajuda no controle de pragas e doenças.

Cordões de vegetação permanente Eles funcionam como barreiras vivas, formando represas naturais que acumulam sedimentos com o tempo. Para criar essas faixas de retenção, recomenda-se que o agricultor use espécies de valor comercial, como capim-vetiver, erva-cidreira, capim-gordura, cana-de-açúcar e capim-elefante.

Manejo Integrado de Pragas A técnica conhecida como MIP tem o objetivo de diminuir os danos causados por pragas na lavoura através da aplicação métodos de controle mais naturais. Além da redução do uso de defensivos agrícolas, a prática inclui inserção de insetos predadores, adubação equilibrada, poda, raleio e retirada de parte da planta afetada.

Introdução de leguminosas As leguminosas possuem a capacidade de aumentar a disponibilidade de nitrogênio do solo e devolver a ele matéria orgânica. Dessa forma, espécies que conseguem se desenvolver em condições mais adversas estão sendo utilizadas para ampliar a atividade biológica da terra.


Fonte: Nação Agro

20 visualizações0 comentário